Você não está Logado ou Registrado no Fórum. Por favor, faça o Login ou o Registro .
Links Úteis
Você não está Logado ou Registrado no Fórum. Por favor, faça o Login ou o Registro .




Responder 
 
Avaliação do Tópico:
  • 1 Votos - 5 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Descrição de um antigo viajante Gaúcho
05/09/2017, 11:03 (Resposta editada pela última vez em: 05/09/2017 11:25 por Graxaim Urbano.)
Resposta: #1
Descrição de um antigo viajante Gaúcho
Saudações Pessoal, tudo bem?

Estou fazendo as pesquisas para o meu projeto de ir ao mato como iam os antigos Gaúchos e comecei a ler o livro "O Gaúcho, de José de Alencar" e achei uma descrição muito interessante do personagem principal, um viajante, segue o texto (apenas para contextualizar, o conto é ambientado em 1832, fiz comentário entre ***comentários meus***):

Naquele andar fez o viajante a porção de jornada que tencionava, e aproximou-se do arroio da Candiota, um dos afluentes do Jaguarão, que atravessa a campanha de norte a sul, na distância de algumas léguas da cidade.

Medindo a altura do sol conheceu que era perto de meio-dia; já a seriema afinava a garganta para soltar o canto. ***conhecimento de orientação solar***

Parando à sombra de uma árvore na beira do rio, o gaúcho saltou no chão, e sacou em um momento os arreios do animal. Enquanto o morzelo se espojava na grama para desinteiriçar os músculos entorpecidos pelo arrocho da cincha, o viajante batia o fuzil, e tirava fogo para acender um molho de galhos secos.
***morzelo era o cavalo, fuzil era o nome para o striker, na época o fogo era com pedra-de-fogo, fuzil (striker) e isqueiro (avil)***

A sela é ao mesmo tempo a bagagem do gaúcho; esse viajante do deserto, como o sábio da antigüidade, pode bem dizer que leva consigo quanto possui.

A xerga lhe serve de cama; a sela forrada com o lombilho, de travesseiro. Nas caronas traz a maleta com a roupa de muda; na guaiaca patacões ou onças que constituem todo seu pecúlio. Entre a xerga e a manta, estende um pedaço de carne que o calor do animal cozinha durante a jornada.
***Xerga é um pano grosso de lã que vai entre a sela (na verdade entre o "carona", depois vem a sela) e o lombo do cavalo, serve para proteger o animal. Guaiaca é um cinto largo com bolsos que os gaúchos usam, vou fazer um vídeo mostrando.***

Manuel fez com presteza seus arranjos para a sesta; e deixando a carne a tostar sobre o fogo, aproximou-se do rio para lavar as mãos e o rosto. A janta foi expedita. Uma grande naca de carne com alguns punhados de farinha; e água bebida no bocal do estribo, que o rapaz teve o cuidado de lavar para dar-lhe a serventia de copo.

Atirou-se então sobre a cama forrada com o pelego; e fumou dois cigarros de palha enquanto descansava. *** ele já tinha usado a xerga e por cima dela colocou o pelego, que também compõe o encilhamento, para montar uma "cama" ***

Bem pessoal, isto é tudo, se tiver mais alguma coisa legal eu posto aqui....

Um forte abraço a todos.
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Gostar da resposta Citar esta mensagem em uma resposta
[+] 9 Membros Gostaram da Resposta do Graxaim Urbano
05/09/2017, 12:08
Resposta: #2
RE: Descrição de um antigo viajante Gaúcho
(05/09/2017 11:03)Graxaim Urbano Escreveu:  ... comecei a ler o livro "O Gaúcho, de José de Alencar"...

Excelente escolha. José de Alencar, brasileiro, cearense, foi um dos melhores escritores que a Academia Brasileira de Letras pôde eleger.
Sucesso no projeto.
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Gostar da resposta Citar esta mensagem em uma resposta
[+] 2 Membros Gostaram da Resposta do Washington
05/09/2017, 13:50
Resposta: #3
RE: Descrição de um antigo viajante Gaúcho
Baicheiros (encherga).
Era no inicio uma ou varias roupas velhas colocadas entre o animal e a sela. Podiam ser grosseiramente costuradas em forma de uma manta pequena e grossa onde se ia colocando mais peças de roupa com o tempo.

Ouça o silencio da floresta!!!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Gostar da resposta Citar esta mensagem em uma resposta
[+] 2 Membros Gostaram da Resposta do matulle
05/09/2017, 17:57
Resposta: #4
RE: Descrição de um antigo viajante Gaúcho
Sempre achei que botavam a carne no lombo do pelungo pra salgar e não pra assar
Quando ele fala sobre "maleta" será que se refere aos pessuelos?

Si vis pacem, para bellum
Encontrar todas as respostas deste usuário
Gostar da resposta Citar esta mensagem em uma resposta
[+] 2 Membros Gostaram da Resposta do Kide
05/09/2017, 21:24
Resposta: #5
RE: Descrição de um antigo viajante Gaúcho
Já li este livro por 3 vezes já fazem muitos anos mas ainda me lembro de algumas passagens, o interessante são as descrições de José de Alencar faz do pago, usos e costumes do gaúcho sem nunca ter estado por aqui!
Encontrar todas as respostas deste usuário
Gostar da resposta Citar esta mensagem em uma resposta
[+] 3 Membros Gostaram da Resposta do Mr pampa
06/09/2017, 09:21
Resposta: #6
RE: Descrição de um antigo viajante Gaúcho
(05/09/2017 17:57)Kide Escreveu:  Sempre achei que botavam a carne no lombo do pelungo pra salgar e não pra assar
Quando ele fala sobre "maleta" será que se refere aos pessuelos?

Saudações @Kide, tudo bem?

Sobre a carne eu não creio que eles levassem-na em contato direto com o pelo do cavalo, por conta do suor do animal (e provavelmente do cheiro), mas talvez enrolado de forma a manter conservada (devia estar pré assada). Quanto a maleta será difícil saber, pode ser o pessuelo ou aquelas "malas de garupa" de pano (que inclusive tem muita gente que usa até hoje para ir até a "venda").

Um forte abraço
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Gostar da resposta Citar esta mensagem em uma resposta
[+] 2 Membros Gostaram da Resposta do Graxaim Urbano
06/09/2017, 09:48
Resposta: #7
RE: Descrição de um antigo viajante Gaúcho
(05/09/2017 21:24)Mr pampa Escreveu:  Já li este livro por 3 vezes já fazem muitos anos mas ainda me lembro de algumas passagens, o interessante são as descrições de José de Alencar faz do pago, usos e costumes do gaúcho sem nunca ter estado por aqui!

Saudações @Mr pampa, tudo bem?

Até 1870 José de Alencar já havia cursado faculdade e apesar de novo já tinha uma vida política movimentada, acredito ter vivido entre pessoas influentes aqui do Sul, também já havia escrito grandes obras, o que demonstra ter sido um intelectual para época (e até mesmo para os dias de hoje). Provavelmente a obra O Gaúcho foi resultado de um bom trabalho de pesquisa, pois sem isto seria impossível escrever com tantos detalhes.

Um forte abraço
Visitar o website do usuário Encontrar todas as respostas deste usuário
Gostar da resposta Citar esta mensagem em uma resposta
[+] 3 Membros Gostaram da Resposta do Graxaim Urbano
Responder 


Ir ao Fórum:


Usuários visualizando este tópico: 1 Visitantes