Bushcraft Brasil - Bushcraft, Sobrevivência e Aventura !

Versão Completa: Maneira correta de se colher varas de bambu
Você está atualmente visualizando uma versão simplificada do conteúdo. Visualizar a versão completa com formatação.
todos sabemos da importância que tem o o bambu para nossas atividades, ele serve para quase tudo num acampamento, desde seu uso em estruturas e móveis de pioneiria, fazer fogo, cozinhar, transportar água, fazer cestos, armadilhas, pesca, e tudo que a criatividade permitir.
Neste vídeo, dou dicas da forma correta para se colher as varas de bambu para que voce possa usufruir de todas suas qualidades e preservar a planta para que sempre possa estar a sua disposição.

A coleta ou corte dos colmos deve ser feita de preferência nos meses em que a umidade do ar é baixa, ou seja, nos meses sem "R" (maio, junho, julho, agosto), para que os colmos trinquem menos. Popularmente, a lua minguante é conhecida como a melhor lua para se cortar os colmos. Os bambus quando verdes, perdem muita água ao serem retirados da touceira, podendo murchar e, portanto, perder resistência. Isso impede seu uso estrutural. Quando o colmo apresenta líquens e fungos em sua superfície, é sinal de que está pronto para ser cortado.

Na touceira de bambu, que geralmente se apresenta de forma circular, os bambus centrais são mais velhos e, portanto, mais resistentes. Os bambus jovens apresentam folhas caulinares (popularmente conhecidas como "fraldas") e manchas esbranquiçadas em sua superfície (uma espécie de cera), como se pode observar nas imagens abaixo. As folhas ao redor da touceira e as folhas caulinares são parâmetros de diferenciação entre as espécies. As folhas e galhos ao redor da touceira servem como esponja, recebendo a água do ambiente e a liberando mais lentamente e de forma constante para os colmos. Quando identificados colmos podres na touceira, como os amarelados por exemplo, é necessário que esses sejam retirados para que não haja contaminação dos outros colmos e da touceira inteira.
Sikorsky, vi o video.. ficou bom demais.
Tenho umamoita destas, no quintal aqui em casa, e ela tem mais de 50 anos.

Ou seja, me criei tirando taquara(bambu) dali,


É bem por ai...
(07/05/2013 16:13)sikorski Escreveu: [ -> ]
todos sabemos da importância que tem o o bambu para nossas atividades, ele serve para quase tudo num acampamento, desde seu uso em estruturas e móveis de pioneiria, fazer fogo, cozinhar, transportar água, fazer cestos, armadilhas, pesca, e tudo que a criatividade permitir.
Neste vídeo, dou dicas da forma correta para se colher as varas de bambu para que voce possa usufruir de todas suas qualidades e preservar a planta para que sempre possa estar a sua disposição.

A coleta ou corte dos colmos deve ser feita de preferência nos meses em que a umidade do ar é baixa, ou seja, nos meses sem "R" (maio, junho, julho, agosto), para que os colmos trinquem menos. Popularmente, a lua minguante é conhecida como a melhor lua para se cortar os colmos. Os bambus quando verdes, perdem muita água ao serem retirados da touceira, podendo murchar e, portanto, perder resistência. Isso impede seu uso estrutural. Quando o colmo apresenta líquens e fungos em sua superfície, é sinal de que está pronto para ser cortado.

Na touceira de bambu, que geralmente se apresenta de forma circular, os bambus centrais são mais velhos e, portanto, mais resistentes. Os bambus jovens apresentam folhas caulinares (popularmente conhecidas como "fraldas") e manchas esbranquiçadas em sua superfície (uma espécie de cera), como se pode observar nas imagens abaixo. As folhas ao redor da touceira e as folhas caulinares são parâmetros de diferenciação entre as espécies. As folhas e galhos ao redor da touceira servem como esponja, recebendo a água do ambiente e a liberando mais lentamente e de forma constante para os colmos. Quando identificados colmos podres na touceira, como os amarelados por exemplo, é necessário que esses sejam retirados para que não haja contaminação dos outros colmos e da touceira inteira.

Caramba Sikorski, aprendi muito! Valeu por compartilhar.
Abs...
Excelentes dicas sikorski, eu mesmo nao sabia deste esquema da escolha correta do bambu.
Belo video!
abraço.
(07/05/2013 18:21)Semonides Escreveu: [ -> ]
(07/05/2013 16:13)sikorski Escreveu: [ -> ]

Caramba Sikorski, aprendi muito! Valeu por compartilhar.
Abs...
Fico feliz em saber, pois a intenção é realmente dividir conhecimento, a gente mostra o pouco que sabe e aprende muito com os amigos. Grande abraço.
(07/05/2013 18:40)Rodrigo Milan Escreveu: [ -> ]Excelentes dicas sikorski, eu mesmo nao sabia deste esquema da escolha correta do bambu.
Belo video!
abraço.

Grande Rodrigo, faz tempo que queria voltar a postar tópicos no site, fico feliz por voce ter prestigiado e respondido.
(07/05/2013 17:46)DanielMartin Escreveu: [ -> ]Sikorsky, vi o video.. ficou bom demais.
Tenho umamoita destas, no quintal aqui em casa, e ela tem mais de 50 anos.

Ou seja, me criei tirando taquara(bambu) dali,


É bem por ai...

Eu gostaria de ter uma moita também, mas meu espaço é reduzido... Grande abraço.
(07/05/2013 16:47)Roberto Argento Filho Escreveu: [ -> ]
(07/05/2013 16:13)sikorski Escreveu: [ -> ]
t

Valeu, Sikorski! - um Abraço

Obrigado a voce, por prestigiar e comentar. Grande abraço.
Valeu pelo tópico, isso só aumenta mais e mais a confiança nos povos antigos, meu padrinho sempre me disse para cortar bambu para pesca nos meses que não tem R pois se cortasse em outros meses o bambu racha.
O povo antigo é sabio mesmo.
(07/05/2013 19:44)rodrigo trintas Escreveu: [ -> ]Valeu pelo tópico, isso só aumenta mais e mais a confiança nos povos antigos, meu padrinho sempre me disse para cortar bambu para pesca nos meses que não tem R pois se cortasse em outros meses o bambu racha.
O povo antigo é sabio mesmo.

Exatamente amigo, os antigos são verdadeiras bibliotecas, se soubermos valoriza-los e ouvi-los enquanto estão vivos podemos aprender muito. E afinal bushcraft é exatamente isso, um reavivamento das culturas passadas. Grande abraço amigo.
Sikorski,
Obrigado por compartilhar informações de suma importância.
Eu desconhecia totalmente qualquer uma das dicas...umidade do ar, meses, lua...kkkk...vivendo e aprendendo muito por aqui!
T+
Noinha !
(08/05/2013 08:25)Noinha Escreveu: [ -> ]Sikorski,
Obrigado por compartilhar informações de suma importância.
Eu desconhecia totalmente qualquer uma das dicas...umidade do ar, meses, lua...kkkk...vivendo e aprendendo muito por aqui!
T+
Noinha !

Fico muito feliz quando um membro do site diz ter aproveitado algo das dicas que passo, da um sentimento de dever cumprido. Obrigado por prestigiar e comentar.
Grande irmão Sikorski, excelente vídeo. Parabéns. Valeu a pena esperar vc retornar. rsrs

Muitas dicas de excelência, eu não conhecia a maioria delas.
Obrigado por compartilhar esse conhecimento.

Eu tenho alguns bambus numa área que sempre acampo, que estão lá por mais de um ano, todo campo que faço eu uso eles.

Abraço.
Muito bom video, amigo Sikorski.
Alguns dos ensinamentos que aqui postou são uma mais valia para quem não sabia nada desse assunto. Sempre desconfiei que havia uma época certa para cortar o bambu, assim como quase de todas as plantas, mas não sabia como era.
Parabéns e obrigado.
Muito legal o vídeo e bacana demais as dicas....onde acampo raramente encontro o bambu e quando acho sempre aproveito para retirar agua quando tem...


Quando morei no interior do Acre várias florestas tinham manchas de bambuzais naturais que lá chama de Taboca, porém tinhas espinhos que pareciam agulhas de chochê..rs

Abraços e valeu por compartilhar!
(09/05/2013 11:44)Saymon Escreveu: [ -> ]Muito legal o vídeo e bacana demais as dicas....onde acampo raramente encontro o bambu e quando acho sempre aproveito para retirar agua quando tem...


Quando morei no interior do Acre várias florestas tinham manchas de bambuzais naturais que lá chama de Taboca, porém tinhas espinhos que pareciam agulhas de chochê..rs

Abraços e valeu por compartilhar!

Olá Saymon, Em primeiro lugar obrigado por compartilhar suas informações com a gente, isso vem enriquecer o tópico.
Eu já ouvi o termo "Taboca", me familiarizei com ele em livros de "Mario Palmério" e de Monteiro Lobato, também é usado o nome de taquara. Por aqui as pessoas fazem distinção entre o "bambu" e a "taquara", que seria uma espécie mais fina e frágil... porém descobri através do site que no Brasil de maneira geral bambu e taquara são sinônimos...
Este bambu de que mostro no vídeo, eu não sei se é nativo, mas nunca encontrei na natureza, quando encontro bambu selvagem é o mesmo que voce mencionou, aquele com espinhos... ou as taquaras, que tem várias espécies.
De qualquer forma, as dicas do vídeo são para todas as qualidades dessa planta.
Um grande abraço amigo.
(09/05/2013 11:26)F.Paixão Escreveu: [ -> ]Muito bom video, amigo Sikorski.
Alguns dos ensinamentos que aqui postou são uma mais valia para quem não sabia nada desse assunto. Sempre desconfiei que havia uma época certa para cortar o bambu, assim como quase de todas as plantas, mas não sabia como era.
Parabéns e obrigado.

Obrigado por seu comentário amigo.
Realmente para quem está iniciando nas práticas mateiras poderá tirar grande proveito nestas dicas, porém como pude testemunhar hoje, até mesmo grandes conhecedores podem aprender e tirar algum proveito.
Veja meu lema "- Ninguem é tão sábio que não tenha nada a aprender, nem tão ingênuo que não tenha nada a ensinar." Por isso acho tão importante este fórum, onde pessoas de todas as classes e de todas as regiões do Brasil podem interagir e trocar conhecimentos. Eu aprendi muito no site e sou muito grato a todos que colocam seus conhecimentos a disposição dos amigos, afinal algo que voce saiba, e que até te pareca óbvio e corriqueiro, as vezes pode ser uma grande novidade para alguém...
Um grande abraço amigo.
(09/05/2013 09:50)Dambrós Escreveu: [ -> ]Grande irmão Sikorski, excelente vídeo. Parabéns. Valeu a pena esperar vc retornar. rsrs

Muitas dicas de excelência, eu não conhecia a maioria delas.
Obrigado por compartilhar esse conhecimento.

Eu tenho alguns bambus numa área que sempre acampo, que estão lá por mais de um ano, todo campo que faço eu uso eles.

Abraço.

Caramba, eu ja estava até sem prática de falar diante da câmera... rsrsrsr, não sei se deu pra notar isso. Mas é bom estar de volta.
Mais uma vez, obrigado por seu apoio.
(09/05/2013 02:13)Roberto Argento Filho Escreveu: [ -> ]
(07/05/2013 16:13)sikorski Escreveu: [ -> ]
todos sabemos da importância que tem o o bambu para nossas atividades, ele serve para quase tudo num acampamento,

Bambú, Bananeira e BomBril=1001 utilidades!
A uns 15 anos, mais ou menos, arrasei com duas touceiras de Bambú do meu quintal, sem nenhum critério, para drenar uma outra área alagadiça. A boa notícia é que renasceram ambas, a área alagadiça não mais existe e não é fácil matar um Bambuzal (graças a Deus) - Meu irmão! vendo um cara grandão, com um facão na mão, alguém lhe negaria o corte de alguns para um vídeo? Abração

RSRSRSRSRSRS... é só tamanho... sou da paz e o vizinho é muito boa gente.
Obrigado por compartilhar sua experiência com a gente, inclusive voce me chamou a atenção para a bananeira, que eu ainda não tinha pensado em gravar vídeo sobre ela, mas também não sei se tenho muito conhecimento sobre essa planta, sei algumas coisas, mas não muito... talvez eu deiche que outra pessoa faça este video sobre a bananeira, talvez possa ser você, eu ficaria feliz em ver seu vídeo falando sobre o assunto. Que te parece esta idéia?
Beleza de vídeo Sikorski, eu não conhecia estas importantes dicas.
Aqui é mais fácil encontrar a taquara do que o bambu, mas acredito que as dicas também devem servir para cortar a taquara.
Um abraço!
Muito bom o vídeo!! Vai ser muito útil para mim, tanto para o buscraft quanto para meu serviço, pois estou desenvolvendo um projeto de pesquisa "Microscópio de Bambu". Valeu pelas informações!!!
(10/05/2013 13:01)zadoreski Escreveu: [ -> ]Muito bom o vídeo!! Vai ser muito útil para mim, tanto para o buscraft quanto para meu serviço, pois estou desenvolvendo um projeto de pesquisa "Microscópio de Bambu". Valeu pelas informações!!!

Olha amigo, fiquei muito interessado nesta sua pesquisa. Quando puder manda mais informações pra gente.
Grande abraço.
(10/05/2013 02:11)Red Escreveu: [ -> ]Beleza de vídeo Sikorski, eu não conhecia estas importantes dicas.
Aqui é mais fácil encontrar a taquara do que o bambu, mas acredito que as dicas também devem servir para cortar a taquara.
Um abraço!

Olá Red, obrigado por henriquecer o tópico com seu comentário.
Valeu por compartilhar, aprendi mais algumas dicas que me ajudarão muito no mato.
(07/11/2013 18:13)FERO Escreveu: [ -> ]Valeu por compartilhar, aprendi mais algumas dicas que me ajudarão muito no mato.

Obrigado por seu comentário e incentivo.
Essa planta maravilhosa é uma verdadeira bênção no mato!! Toceira = Material de Construção, rsrsrsr
(07/05/2013 16:13)sikorski Escreveu: [ -> ]
todos sabemos da importância que tem o o bambu para nossas atividades, ele serve para quase tudo num acampamento, desde seu uso em estruturas e móveis de pioneiria, fazer fogo, cozinhar, transportar água, fazer cestos, armadilhas, pesca, e tudo que a criatividade permitir.
Neste vídeo, dou dicas da forma correta para se colher as varas de bambu para que voce possa usufruir de todas suas qualidades e preservar a planta para que sempre possa estar a sua disposição.

A coleta ou corte dos colmos deve ser feita de preferência nos meses em que a umidade do ar é baixa, ou seja, nos meses sem "R" (maio, junho, julho, agosto), para que os colmos trinquem menos. Popularmente, a lua minguante é conhecida como a melhor lua para se cortar os colmos. Os bambus quando verdes, perdem muita água ao serem retirados da touceira, podendo murchar e, portanto, perder resistência. Isso impede seu uso estrutural. Quando o colmo apresenta líquens e fungos em sua superfície, é sinal de que está pronto para ser cortado.

Na touceira de bambu, que geralmente se apresenta de forma circular, os bambus centrais são mais velhos e, portanto, mais resistentes. Os bambus jovens apresentam folhas caulinares (popularmente conhecidas como "fraldas") e manchas esbranquiçadas em sua superfície (uma espécie de cera), como se pode observar nas imagens abaixo. As folhas ao redor da touceira e as folhas caulinares são parâmetros de diferenciação entre as espécies. As folhas e galhos ao redor da touceira servem como esponja, recebendo a água do ambiente e a liberando mais lentamente e de forma constante para os colmos. Quando identificados colmos podres na touceira, como os amarelados por exemplo, é necessário que esses sejam retirados para que não haja contaminação dos outros colmos e da touceira inteira.


Maravilhosa dica amigo, que vai ser aplicada da melhor maneira possivel, abraços
Apesar do bambu ser uma planta farta e longeva se não cuidarmos de seu manejo a tosseira morre mesmo

Essa historia que cresce que nem praga não é bem assim, o trem acaba se não manejar corretamente Piscada
Aqui um video de como cultivar bambú.


URL de Referência